Por que a SEDA College não é apenas uma escola de inglês?

Existem escolas e escolas e escolas de inglês em Dublin. Não vou falar os contras das outras e os diferenciais da SEDA College porque isso já está bem claro neste post e em outros blogs, sites e fóruns. Hoje vim falar sobre o lado humano, aquele que faz a SEDA se destacar ainda mais e não ser apenas uma escola de inglês, mas um lugar onde você pode fazer o bem. Isso, acredito, poucas instituições oferecem.

Descrevo abaixo três dos eventos dos quais participei no último mês.

The Great Irish Bake – O Student Lounge da SEDA se encheu de delícias. É certo que adoramos exibir nossos dotes culinários, mas a venda de bolos e doces desta iniciativa tinha como principal objetivo a arrecadação de fundos para o Temple Street Children’s Hospital.

Além da minha torta de limão, tivemos brigadeiro, cookies, bolo de milho e cupcakes preparados pela Netânia (visite o blog dela para encontrar receitas maravilhosas). Quem já provou as iguarias que ela faz sabe que daquela cozinha só saem delícias! :)

Ao final do dia, foram arrecadados mais de € 200. <3

Serve the City – A parceria entre a SEDA e a ONG Serve the City completou um ano. Ao longo de  12 meses, irlandeses abriram suas portas para um time de alunos dos mais diversos países, todos dispostos a trabalhar em equipe e melhorar a realidade de dezenas de lares espalhados por Dublin. Desta vez peguei no pesado: pá e enxada nas mãos para dar aquele “grau” em um quintal em Crumlin, Dublin 12. Até um dinossauro encontramos por lá! :)

Love has no Gender – essa campanha é meu orgulho e minha filha. No dia 22 de maio, a Irlanda pode se tornar o primeiro país no mundo a aprovar o casamento entre pessoas do mesmo sexo através do voto popular. Irlandeses e imigrantes que preenchem alguns requisitos poderão votar no referendo que vem mobilizando todos os condados, seja a favor, seja contra.

Cartazes, murais e adesivos apoiando o amor e a liberdade estão espalhados por Dublin, mas também encontramos muitos painéis com dizeres no mínimo questionáveis, como “Dois homens não podem substituir o amor de mãe” ou “toda criança merece um pai e uma mãe” ou ainda “Barriga de aluguel? Ela precisa de uma mãe por mais de nove meses”. Pra mim soa como se os cartazes atacassem especificamente a relação entre homens, pois ainda não vi nada que buscasse atingir o relacionamento lésbico, como se ele não existisse, o que por si só já é indício do quanto a campanha do “NÃO” é rasa.

A SEDA é uma empresa irlandesa e não podia ficar de fora desse momento, por isso, criamos a campanha “Love has no Gender” (O amor não tem gênero). Para deixar tudo mais bonito, contamos com a presença de alunos e funcionários da SEDA para uma sessão de fotos em frente à Ha’Penny Bridge, conhecida por ser a ponte do amor. Antigamente ela tinha vários daqueles cadeados com as iniciais dos casais, mas eles foram retirados por estarem danificando a estrutura. O simbolismo, no entanto, ainda está por lá.

A segunda sessão de cliques foi feita com casais na Grafton Street, uma das mais famosas da Irlanda. O Léo Pinheiro, fotógrafo, mandou muito bem e contribuiu muito para chegarmos ao resultado que você confere aqui:

E isso, como falei, foram apenas três eventos. Já tivemos arrecadação de ovos de páscoa, brinquedos para crianças no Natal e kits para idosos do Belvilla Nursing Home. Agora me diga: tem como não sentir orgulho por trabalhar em uma escola de inglês que não é APENAS uma escola de inglês? <3

Deixe uma resposta