Cotidiano

Os irlandeses, a igreja, o sexo e os motéis

Os irlandeses, a igreja, o sexo e os motéis

Apesar dos constantes avanços em relação a vários temas considerados tabus (como o casamento entre pessoas do mesmo sexo), a Irlanda ainda é um país com uma influência católica muito forte. Vou trazer alguns fatos para dar mais corpo a esta afirmação: * A communion e a confirmation (primeira comunhão e crisma) são grandes eventos na vida das crianças e adolescentes. Há toda uma preparação nas escolas, expectativa pra receber cartões – e dinheiro – dos familiares e até festas e jantares especiais para celebrar Continue lendo

Vim fazer intercâmbio e virei a minha mãe!

Vim fazer intercâmbio e virei a minha mãe!

Hoje é Dia das Mães por estas bandas e, por isso, resolvi publicar esse texto que surgiu após muita observação. Durante uma chuvosa tarde de domingo em Dublin, enquanto separava as roupas pra lavar, percebi que vim fazer intercâmbio e virei a minha mãe. Não sei como funciona(va) na sua casa. Na minha, ela tomava conta da máquina de lavar e não deixava ninguém se aproximar. Os motivos alegados variavam entre “você vai gastar muito sabão”, “você não sabe configurar a máquina” e “você não sabe Continue lendo

Au Pair: fase de adaptação e a recompensa

Au Pair: fase de adaptação e a recompensa

Antes de encontrar o trabalho de Au Pair, meus perfis em sites como Kangaroo e Roller Coaster traziam claramente uma importante informação: a minha falta de experiência remunerada nesta área. Apesar disso, encontrei duas famílias interessadas em mim. Uma entrevista aconteceu, fui escolhida e era chegada a hora de encarar a rotina de cuidar de um garotinho de cinco anos. Tomei conta dos meus irmãos quando eles eram pequenos, mas isso faz tanto tempo que foi como começar do zero. Pegar na escola, trocar de roupa, fazer o dever Continue lendo

Os Irlandeses e o clima miserável

Os Irlandeses e o clima miserável

É isso mesmo que você leu. Clima miserável! É chocante em um primeiro momento, mas calma que eu explico. Não é mito, não é feitiçaria, não é tecnologia: é possível ter as quatro estações do ano em um só dia. Aconteceu em uma manhã de fevereiro, quando estava indo para o trabalho e percebi flocos de neve caindo. Cerca de 30 minutos depois, o sol despontou e entrei na SEDA feliz pelo dia bonito que estava prometido. Ao deixar a escola, quatro horas depois, céu Continue lendo

Top 5 – Coisas que não gosto em Dublin

Top 5 – Coisas que não gosto em Dublin

É, o intercâmbio não é feito apenas de maravilhas. Apesar de amar Dublin e de ter certeza de que quero renovar meu visto, existem cinco aspectos que me fazem revirar os olhos só de imaginá-los. Confira! ;) Vento – Sempre morei em cidades quentes e não entendia como alguém podia reclamar disso. Aqui, o vento dói. Não importa o quanto você se agasalhe, ele vai encontrar uma brecha disponível. Pra mim, o mais impressionante foi quando eu pude senti-lo entrando pela manga do casaco e me Continue lendo

A rotina entra em cena

A rotina entra em cena

Cinco meses em Dublin: passou e eu não vi. Em todos os sentidos possíveis. Primeiro: é tempo “como o quê”, como costumamos dizer na Bahia, mas os dias voam em um piscar de olhos. Segundo: nos quatro primeiros meses já ia dormir sabendo que na próxima manhã seria meu Dublinversário, no entanto, de outubro pra cá a poeira foi baixando e a rotina, sorrateira, se instaurou de leve. Só lembrei da data especial uns três dias depois. Agora, cá estou eu, prestes a completar um Continue lendo

04 meses de Dublin – Dinheiro acabando… e agora?

04 meses de Dublin – Dinheiro acabando… e agora?

Durante uma viagem de intercâmbio, seja ela de três meses, seis meses ou um ano, todo mundo tem um momento de homesick. Homesick é o jeito gringo de definir aquela saudade de casa, da família e da sua ex-vida que ficou no país de origem. Às vezes, o sentimento é tão pesado e tão doído que é quase palpável. Comigo aconteceu exatamente no período entre o terceiro e o quarto mês, quando a busca por um novo lugar para morar se mostrou mais impossível do Continue lendo

Seguro GTA Bronze – Eu usei!

Seguro GTA Bronze – Eu usei!

Eis que depois de quase quatro meses o corpo começou a dar defeito. Talvez esteja, finalmente, sofrendo os efeitos da mudança de ambiente. Talvez a mistura de vento + noite + bicicleta não seja saudável, vai saber. O que sei é que quando a garganta começou a arranhar e trouxe febre e dor de cabeça como acompanhantes, comecei a tomar anti-inflamatórios por conta própria. Uma semana depois e nada da garganta melhorar. Pior: de brinde, uma conjuntivite. Gente, sério? Eu nem lembro quando foi a Continue lendo

[Pesquisa] Supermercado e os hábitos de compra em Dublin

[Pesquisa] Supermercado e os hábitos de compra em Dublin

O post sobre o gasto mensal com supermercado em Dublin cresceu e virou pesquisa. Sabia que divulgar minhas despesas poderia ajudar os futuros intercambistas a terem uma noção do que comprar e de quantos euricos destinar para este fim,  mas seria melhor ainda se pudesse trazer um quadro mais abrangente, com mais respostas, de hábitos de compras diferentes. Vamos combinar, né? Quem vem pra Dublin e não compra cerveja? Eu! Mais alguém? ♪♫ Cri-cri-cri… Desenvolvi um formulário simples e postei nos grupos Classificados Dublin, no Facebook. Continue lendo

Serve the City – Trabalho voluntário em Dublin

Serve the City – Trabalho voluntário em Dublin

No último sábado, fiz trabalho voluntário pela primeira vez e acrescentei mais uma experiência diferente ao meu intercâmbio. Conheci o projeto Serve the City através da parceria que eles fazem mensalmente com a SEDA College, na qual alunos realizam trabalhos de pintura e jardinagem em residências de irlandeses. Tentei participar em agosto, mas não consegui e entrei no site oficial para conhecer um pouco mais sobre as atividades realizadas. São três categorias principais: Do it Yourself, com pequenos reparos e pinturas; Environmental, com jardinagem e People, Continue lendo

Supermercado em Dublin – Quanto custa?

Supermercado em Dublin – Quanto custa?

Sou comilona e defendo que a comida não deve ser apenas o combustível pro corpo não parar, mas também um prazer. Com este pensamento e dotada de poucas habilidades culinárias, sabia que teria o desafio de cozinhar quando desembarcasse em solo irlandês, do contrário, gastaria todo o dinheiro em um piscar de olhos. E aí? Comer por comer ou comer por prazer? Quanto gastar? O que comprar? Quando estava na fase das pesquisas pré-intercâmbio, vi muita gente comentando que é possível fazer as compras do mês com cerca de 100 euros por pessoa. E Continue lendo

Deixa o verão pra mais tarde?

Deixa o verão pra mais tarde?

Verão no Hemisfério Norte: 01 de junho a 31 de agosto. Teoricamente, né? Porque aqui em Dublin já começou a esfriar pra valer. Para uma nordestina, acostumada com temperaturas mínimas de 23ºC no inverno, é inconcebível imaginar sair da cama (e tomar banho. E sair do banho. E sair do banheiro. E trocar de roupa) para enfrentar uma linda manhã de verão a 10ºC. Esta semana, conheci a tão falada ventania da capital irlandesa e não tenho palavras para descrever a sensação. IBAGENS, EU QUERO Continue lendo

Como é voar pela Ryanair?

Como é voar pela Ryanair?

Já imaginou voar para outro país por menos de R$ 30? Trinta REAIS! Pois é! É um sonho e poder conhecer vários lugares sem ter que vender um rim foi um dos motivos que me fez escolher Dublin ao invés do Canadá ou da Austrália durante minhas pesquisas pré-intercâmbio. Antes de vir pra cá, passava bons minutos fazendo pesquisas no site da Ryan Air, empresa de origem irlandesa. Sonhar é de graça e eu sempre fiquei impressionada com o quanto pode ser bom para o bolso viajar por Continue lendo

Dois meses em Dublin: uma música e duas versões

Dois meses em Dublin: uma música e duas versões

Parece que a choradeira no aeroporto foi na semana passada. Ao mesmo tempo, parecem oito, nove meses. Tenho muita coisa pra comentar, mas de momento, para não passar em branco, vamos de música. :) Essa é uma das minhas favoritas, seja na versão original, com Louis Armstrong, seja na versão rock ‘n’ roll, com Ramones. O que importa é o sentimento e ele está bem representado em ambas. Escolha a sua favorita e aperte o play! Louis Armstrong Ramones  

As agruras de dividir casa e 10 mandamentos para evitar uma guerra

As agruras de dividir casa e 10 mandamentos para evitar uma guerra

“É como um Big Brother sem câmeras”, afirmou um dos flatmates esta manhã.  Conversávamos sobre a situação da casa em um geral: limpeza (ou a falta dela), interação entre os participan… ops! habitantes e por aí vai. De fato, rola tudo aquilo que vemos no reality show: intrigas, panelinhas e conflitos amorosos (ou não), sem o bônus das gincanas, dos prêmios e das estalecas. O ônus: fila pro banheiro, falta de espaço na geladeira, seu tubo de pasta de dente apertado no meio, de maneira Continue lendo