Piercing no Nariz – Cirurgia para remover queloide em Dublin

Antes de começar o post, um esclarecimento: os termos “queloide” e “piercing” são relacionados com frequência, no entanto, quase sempre o crescimento de pele ao redor de um corpo estranho é, na verdade, um granuloma. Muita gente não sabe disso – eu não sabia – e, por isso, usei “queloide” no título. Desta forma, o post pode ajudar outras pessoas que estejam passando por um sufoco similar relacionado a piercing no nariz, umbigo, orelha e por aí vai. Mais detalhes e imagens aqui.

São 12 cicatrizes espalhadas pelo corpo, sendo 5 delas apenas na barriga. Quase todas as memórias registradas na pele ainda estão, também, na memória: o copo que quebrou na minha mão quando eu estava sozinha em casa, a vez em que escorreguei em uma mistura de água e sabão na garagem do prédio, a catapora que eu cocei e outras tantas. Mesmo com tendência a desenvolver cicatrizes hipertróficas, decidi colocar um piercing no nariz. Esta semana, quase dois anos depois, precisei fazer uma pequena cirurgia para remover a grande bagunça que se instalou dentro da minha narina esquerda.

Antes de tudo quero esclarecer que muitas pessoas vieram perguntar o que aconteceu quando postei essa foto no stories do instagram:

Se você está pensando em colocar um piercing no nariz e está com medo de uma inflamação do mesmo nível, saiba que minha situação é meio incomum (eu acho, né?). É um caso que mistura a predisposição genética e a negligência aliadas a uma grande pitada de medo por não saber como lidar com a situação e nem quanto isso custaria.

Tudo começou pouco depois do natal de 2015, quando a narina foi perfurada. A verdade é que o bendito furo nunca cicatrizou completamente. Tive momentos de amor e ódio, quando precisava fazer compressas de água morna e sal na esperança de reduzir a temida e tão comum “bolinha” que se forma logo acima do furo.

Usei todas as técnicas que vocês imaginarem: tea tree oil, compressas mornas, massagem com gaze, pomadas, antiinflamatórios e a lista só cresce. Talvez tenha pecado pelo excesso de cuidado. Nada deu certo por muito tempo até que o pior aconteceu: dentro da narina, a pele começou a crescer ao redor da argola. 

Como pessoa adulta e madura que sou, lidei com o problema deste forma:

Isso mesmo: ignorei. Preferi esperar um milagre. Larguei de mão. Achei que tudo ia se revolver.

Não resolveu e estava piorando e crescendo a cada mês. Depois de uma gripe forte em que precisei assoar o nariz muitas vezes, a pele começou a sangrar com facilidade e a região ficou dolorida. Resolvi tomar coragem e procurei clínicas de cirurgia. Joguei termos aleatórios no Google, como “nose scar surgery dublin” e vasculhei todos os anúncios que apareciam no topo da página. Em uma quinta-feira, mandei cinco ou seis mensagens explicando meu caso e pedindo informações. A Medix Clinic Plus foi a que me deu a resposta mais rápida, eficiente e satisfatória, então marquei a consulta para dali a quatro dias.

O oferecido foi o seguinte: a avaliação do caso seria gratuita e, caso eu desejasse realizar o procedimento, poderia fazê-lo logo em seguida, sem precisar marcar uma nova data, por €250.

Respirei aliviada. Considerando o preço de certos serviços aqui na Irlanda (um simples raio-X a €195, por exemplo), não estava esperando desembolsar menos de €600.

A Consulta – Na data marcada, peguei ônibus, peguei Luas, andei e me perdi até encontrar o Beacon Hospital, localizado em Sandyford. O Beacon Hospital tem uma área chamada Mall, que é como um centro médico com várias clínicas e farmácias. A Medix está na sala 7.

A clínica é pequena, impecavelmente limpa e organizada. Tive a consulta com o Dr. Hegazy, que tem mais de 25 anos de experiência e já atua na Irlanda há mais de 11. Ele explicou o procedimento passo a passo, mas ainda assim continuei nervosa.

A Cirurgia – A primeira etapa foi a aplicação de um creme pré-anestésico na região, uma vez que o nariz é muito sensível e ir direto pra injeção de anestesia seria doloroso. Passados 20 minutos, recebi injeções dentro e fora do nariz. Mais um pouco de espera e eis que chegou o grande momento: a cirurgia. O granuloma ao redor do piercing foi queimado com um aparelho de radiofrequência que parecia uma caneta, durou cerca de 30 minutos. Depois disso, Dr. Hegazy tirou o piercing, eliminou o resto do alien e fez o curativo.

Senti dor, mas numa escala de sofrimento de 0 a 10 (sendo 9 a dor que você sente ao fazer as sobrancelhas e o buço com linha alguns dias antes da menstruação), eu daria nota 5.

O pagamento – Agora a parte boa: em abril, atendendo a uma das exigências da imigração para conceder o visto de união estável, fiz o seguro saúde da VHI, que era a seguradora mais barata (€43 por mês). Quando cheguei na clínica, entreguei minha carteirinha para a recepcionista checar se parte do valor poderia ser coberto pela seguradora. Na hora de pagar: surpresaaaa! Desembolsei apenas €100. Aí eu vi vantagem, hein! :D

A recuperação – Fiquei com o curativo até a manhã seguinte. Não preicisei tomar paracetamol pois não tive dor nos dias seguintes.
Dr. Hegazy receitou um creme antibiótico pra ser massageado na narina 4x por dia e assim o fiz, afinal, tudo o que eu não queria era uma infecção.

Após quase uma semana de cuidados, o nariz cicatrizou. Ainda tenho a bolinha do lado de fora, mas vou começar a massagear bio-oil e ver se ela some. O pior já passou. :)

Para quem precisar, esse é o endereço da Medix:
Suite 7,
The Mall, Beacon Court,
Sandyford,
Dublin 18
+353 (1) 6874077
[email protected]

Deixe uma resposta